Vitória

É sempre bom poder apadrinhar boas ideias

Ao longo de sua trajetória, a Vitória já desenvolveu um incontável número de ações de marketing e de comunicação, buscando sempre os melhores resultados para nossos clientes. Alguns destes trabalhos, por suas características, nos possibilitaram um sentimento diferente, uma satisfação a mais ao ver o resultado concretizado. É difícil descrever aqui, por exemplo, a alegria de toda a equipe da Vitória por conseguir realizar, com a participação do cantor Zezé di Camargo, um emocionante comercial com o objetivo de conscientizar a sociedade a ter mais atenção, carinho e cuidado com nossos idosos. Também em outra oportunidade, numa parceria com a agência de publicidade 2004, realizamos um belo roteiro que alertava para a violência sexual contra crianças e adolescentes. Mais recentemente, conseguimos viabilizar uma importante campanha contra o uso de drogas e outra de procura por pessoas desaparecidas.

Essa história tem agora o seu capítulo mais recente e não menos emocionante para todos nós, da Vitória. Atendendo a um pedido de alguns funcionários da Souza Cruz, que se sensibilizaram com o trabalho de apadrinhamento feito pela 4ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da Comarca da Capital/RJ fizemos um contato com o juiz Sérgio Luiz, um dos responsáveis pelo Projeto Apadrinhar. E, assim como nossos colegas da Souza Cruz, ficamos inteiramente encantados com o esforço daqueles que estão envolvidos com a iniciativa de encontrar padrinhos para crianças e jovens. Pessoas que hoje tem poucas chances de poder conviver com um ambiente familiar, de receber carinho e exemplos de pais substitutos.

Foi com esse sentimento que a Vitória decidiu patrocinar esse trabalho. Nossos profissionais, parceiros e fornecedores se engajaram completamente no projeto, com total empenho em todas as etapas do trabalho, da criação à produção.

O resultado de tudo isso foi um novo e interessante site para o Projeto Apadrinhar e de um emocionante comercial para a TV e para a Internet.

Ao patrocinar este trabalho, nós, da Vitória, só temos uma palavra a dizer: obrigado. Obrigado a todos que nos deram a oportunidade de participar. Porque são trabalhos como esse que nos fazem mais realizados com a profissão que escolhemos e que nos enchem o peito de orgulho.